Menu

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Mãe de Justin Bieber conta que evitou aborto e foi ajudada por conselheiro cristão

Mãe de Justin Bieber conta que evitou aborto e foi ajudada por conselheiro cristão
A mãe do astro teen Justin Bieber deu uma entrevista ao programa Today, da NSNBC em que revelou circuntâncias difíceis por que passou envolvendo sua gravidez precoce.
Pattie Mallette engravidou de Justin aos 17 anos e na época recebeu conselhos para abortar o bebê. Na época ela não considerou essa possibilidade.
“Eu só sabia que eu não podia [abortar]. Eu só sabia que não podia. Eu simplesmente sabia que eu tinha que mantê-lo”, disse ao Today.
Ela conta que resolveu assumir o filho e criá-lo sozinha.”Eu não sabia como eu iria fazer isso, mas eu sabia que eu não podia fazer o aborto. Eu não poderia abortar  e eu tinha que fazer o meu melhor. Eu tinha que ver o que eu poderia fazer. E eu estava determinada a fazer o que fosse preciso.”
Mallete se emocionou ao contar a ocasião em que ouviu pela primeira vez o choro de Justin. Ela diz que parecia música para seus ouvidos. “Eu sei que isso parece loucura, mas parecia que ele estava cantando. Ele estava”, disse ela.
No livro que está lançando, Nowhere but up, ela conta como enfrentou abuso sexual. Depois de engravidar, ela passou por momentos de depressão e esteve em uma clínica psiquiátrica após se envolver com drogas e álcool. Nesta época, afirma que um conselheiro cristão teve papel importante em sua recuperação e “salvou sua vida”, segundo a Contigo!.
Bieber assina prefácio do livro. Ele mesmo já é autor de volumes em que fala sobre sua fé em Deus.
Ao programa de Ellen Degeneres ela confidenciou que não está conseguindo encontrar um namorado. Aos 21 anos ela fez uma promessa que não teria relações sexuais enquanto não se casasse.
Pattie é a empresária de Justin e é vista constantemente nos shows do cantor canadense ao redor do mundo.
Ela comentou ainda sobre o namoro de Justin com Selena Gomez. “Não tem como não gostar dela. Ela é tão doce. Selena é boa para ele e eles estão muito bem juntos”.
Por Jussara Teixeira para o Gospel+

Nenhum comentário: