Menu

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Pastor Silas Malafaia afirma que “qualquer um está suscetível à opressão demoníaca”. Leia na íntegra

Pastor Silas Malafaia afirma que “qualquer um está suscetível à opressão demoníaca”. Leia na íntegra
Opressão e possessão demoníacas são assuntos muito abordados por determinadas denominações, e fonte de dúvidas para diversos cristãos que não estudam o assunto a fundo.
O pastor Silas Malafaia publicou um texto em seu site sobre o tema e diferenciou as duas questões. Malafaia explicou que opressão demoníaca “é a influência direta de demônios sobre as pessoas, como podemos constatar em diversas referências bíblicas no Novo Testamento (Lucas 4.18,19; Atos 10.38)”.
O pastor ressaltou que a ação dos demônios nesses casos é indireta, mas com consequências visíveis: As forças malignas invadem um lugar e começam a exercer pressão sobre as pessoas, enfraquecendo a resistência moral e espiritual. O ambiente parece ‘pesado’. Se as pessoas não estiverem armadas nos caminhos do Senhor e atentas às investidas do inimigo, poderão ser levadas à preguiça, ao desânimo, às incertezas, à desobediência, à exaustão física e até à depressão. Para isso, os demônios procuram os pontos mais vulneráveis e investem o máximo até encontrarem uma brecha para destruir a pessoa ou seu lar – conceituou, antes de complementar: “Qualquer um está suscetível à opressão maligna, inclusive os cristãos”.
Sobre a possessão, o pastor citou os efeitos visíveis, antes de explicar o assunto: “É a presença de um ou mais demônios no corpo de uma pessoa. Embora não tenhamos certeza da razão pela qual acontece a possessão demoníaca, sabemos que os espíritos malignos podem prejudicar a pessoa e fazer com que ela se afaste de Deus”.
Malafaia ainda mencionou casos registrados na Bíblia como exemplos de efeitos de uma possessão: “Um exemplo bíblico conhecido é o gadareno endemoninhado, que dia e noite andava clamando pelos montes e pelos sepulcros e ferindo-se com pedras (Marcos 5.5). Então, quando os demônios não só oprimem a pessoa, mas passam a controlá-la, existe um caso de possessão [veja outros casos em Mateus 9.32,33; 12.22; Marcos 9.17-27]”.
Confira abaixo, a íntegra do texto do pastor Silas Malafaia sobre o assunto:
Pr. Silas, qual a diferença entre opressão e possessão demoníaca?
Satanás não vem senão a roubar, a matar e a destruir (João 10.10). Para isso, ele utiliza, entre outras estratégias, a opressão e possessão. Qual a diferença entre as duas? Opressão é a influência direta de demônios sobre as pessoas, como podemos constatar em diversas referências bíblicas no Novo Testamento (Lucas 4.18,19; Atos 10.38).
As forças malignas invadem um lugar e começam a exercer pressão sobre as pessoas, enfraquecendo a resistência moral e espiritual. O ambiente parece “pesado”. Se as pessoas não estiverem armadas nos caminhos do Senhor e atentas às investidas do inimigo, poderão ser levadas à preguiça, ao desânimo, às incertezas, à desobediência, à exaustão física e até à depressão. Para isso, os demônios procuram os pontos mais vulneráveis e investem o máximo até encontrarem uma brecha para destruir a pessoa ou seu lar.
Qualquer um está suscetível à opressão maligna, inclusive os cristãos. Outro meio de oprimir as pessoas é tentar levá-las à mentira, a práticas ilícitas, à obsessão por dinheiro, à idolatria, e causar enfermidades.
Veja o caso de Jó, que foi oprimido com a permissão de Deus e coberto por uma chaga maligna, desde a planta do pé até ao alto da cabeça (Jó 2.7). Para vencer essas investidas de Satanás e seus demônios, é preciso estar em constante oração, jejum e leitura da Palavra.
E o que é possessão? É a presença de um ou mais demônios no corpo de uma pessoa. Embora não tenhamos certeza da razão pela qual acontece a possessão demoníaca, sabemos que os espíritos malignos podem prejudicar a pessoa e fazer com que ela se afaste de Deus.
Um exemplo bíblico conhecido é o gadareno endemoninhado, que dia e noite andava clamando pelos montes e pelos sepulcros e ferindo-se com pedras (Marcos 5.5). Então, quando os demônios não só oprimem a pessoa, mas passam a controlá-la, existe um caso de possessão [veja outros casos em Mateus 9.32,33; 12.22; Marcos 9.17-27].
Resumidamente, qualquer pessoa pode ser oprimida pelo diabo, mas só os que não são templo do Espírito Santo podem ser possuídos. Afinal, onde o Espírito de Deus habita o inimigo não pode entrar. Por isso, aquele que está ¬ firme nos caminhos do Senhor não corre o risco de ser possuído.
Atente para a Palavra de Deus, que alerta: Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (1 Pedro 5.8).
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário: